icon face  icon twitter  icon youtube

discernimento

“Na base de toda consagração religiosa há um chamado de Deus, que só se explica pelo amor que Ele tem à pessoa chamada”

A vocação ao Carmelo na Igreja e a peculiar forma de vida instaurada e testemunhada por Santa Teresa de Jesus, exigem daquelas que, acolhendo o chamado divino, desejam abraçá-lo, determinem-se firmemente a seguir os conselhos evangélicos “com toda a perfeição possível”, em prol das necessidades da Igreja.

Devem ser pessoas:

  • de vivência cristã e inseridas em uma Paróquia;
  • de oração, que aspirem a toda perfeição da caridade;
  • de bom entendimento;
  • boa saúde física e psíquica, com suficiente equilíbrio e fortaleza de ânimo;
  • movidas por motivos sobrenaturais e claros.

Nossas Constituições oferecem, sabiamente, àquelas que mostrem sérios indícios de vocação à vida contemplativa a possibilidade de viver previamente um período que não ultrapasse 3 meses dentro do Mosteiro, para conhecer por própria experiência, nossa vida carmelitana e que se inicia após um acompanhamento vocacional personalizado. Este primeiro discernimento vai permitir à candidata dar um primeiro passo para “aventurar a vida” por Cristo.