icon face  icon twitter  icon youtube

Carmelita

“A Carmelita, que é contemplativa em sua essência, mística, é aquela que atraída pelo grande Tu, se encanta com essa realidade de Deus e se lança a comunicar aos outros “tus” que são seus irmãos e irmãs, essa notícia e segredo místico, para que também vivam na abundância”.

“Que é uma existência carmelitana? A dádiva de todo o seu ser ao Deus de Jesus Cristo, para que Ele use e consuma este ser, segundo o seu amoroso beneplácito, para a obra da Redenção”. (Hans Urs Von Balthasar)
“A Vida Religiosa é evangelização em si mesma, é uma bela notícia. Manifesta o Amor do Eterno, especialmente àquelas pessoas que vivem a ‘tentação de não se sentirem amadas’. Uma obra é evangélica quando provoca no coração de quem recebeu a ação o mesmo desejo de servir.
O único desejo do homem é ver a Face de Cristo e a vida consagrada responde a esse desejo. Devemos recuperar a transparência interior para revelar a Face do Pai”.Amedeo Cencini

“A monja traz consigo um certo mistério. Ela é um enigma para quem procura entendê-la, e até para si mesma. Nem ela própria é capaz de explicar aos outros o que significa “ser monja”. E não deve admirar. E muito menos querer esvaziar o mistério.
Ela foi ferida no seu coração por uma flecha de amor. Alguém a amou e lhe revelou algo que jamais poderá esquecer; por isso sua vida cristã não poderá ser estruturada e administrada conforme alguns valores e padrões preestabelecidos. Ela é uma contínua busca, uma incessante corrida contra o tempo, para viver no Tempo, o momento do Encontro que lhe foi prometido. Desculpemos as suas extravagâncias e excessos (ai dela se não os tiver...) e peçamos, sobretudo, que jamais lhe falte o vento do Espírito”