• A Capela é aberta diariamente ao público para a Missa conventual às 7h00, de Segunda-feira a Domingo.

Atendimento na Portaria: 8h30 às 12h00 e 14h00 às 18h00.

• Para visitas e atendimento pessoal, agendar com antecedência.

• No Advento, Quaresma e no 1º Domingo de cada mês (retiro mensal) não recebemos visitas.





Santa Teresa de Jesus-Preparação para o V Centenario do seu Nascimento

Cipe

Archives Du Carmel De Lisieux

GOT – Grupo de Oração Teresiana

V Centenário Teresiano

Carmelitas - Portugal

Casa Natal de Santa Teresa de Jesús
Carmelitas Descalzos - Ávila
Nasceu no acampamento militar de Avor (Bourges), em 1880. Em 1901, entrou no Carmelo de Dijon, emitindo os votos religiosos em 1903. Passou “à Luz, ao amor e à vida” da Pátria a 9 de novembro de 1906. Verdadeira adoradora em espírito e verdade, entre penas interiores e doenças viveu como “louvor de glória” da Santíssima Trindade presente na alma, encontrando no mistério da inabitação o seu “céu na terra”, seu carisma e missão eclesial.


Dos escritos espirituais da Beata Elisabete:

“No Céu a minha missão consistirá em atrair as almas, ajudando-as a sair de si mesmas para unirem-se ao Senhor, mediante um movimento espontâneo e cheio de amor, e em mantê-las naquele silêncio interior que permite a Deus imprimir-se nelas e transformá-las em Si.

Acreditar que um Ser, que é Amor, habite em nós a qualquer momento do dia e da noite e que nos pede vivamos em sociedade com Ele, eis o que transformou a minha vida num Céu antecipado!

Nós carregamos o Céu dentro de nós, porque Aquele que sacia os bem-aventurados, na luz da visão beatífica, entrega-se a nós na fé e no mistério. É a mesma coisa! Parece-me ter encontrado o meu Céu na terra, porque o céu é Deus e Deus está em minha alma. O dia em que compreendi isto, tudo se iluminou dentro de mim e muito gostaria de sussurrar este segredo àqueles que amo, para que também eles, através de todas as coisas, se unam sempre a Deus.

Embora a oração seja a nossa principal e até mesmo a nossa única ocupação – porque a oração de uma Carmelita nunca deva interromper-se, temos que coser e realizar outras atividades externa. Gostaria que me observassem na lavagem da roupa, chaspinhando na água com o Hábito arregaçado. Podem duvidar da minha destreza nesta matéria, e não sem razão; mas com Jesus tudo se enfrenta, acha-se tudo delicioso, não existe dificuldade e se está disposto a tudo. Oh! Como se vive bem no Carmelo! É o melhor país do mundo e posso dizer que me sinto tão feliz como peixe na água.

A Carmelita é uma alma que contemplou o Divino Crucificado, que o viu oferecer-se como vítima ao seu Pai em prol das almas; ela reflete à luz da grande visão da caridade de Cristo e compreendeu, assim, a paixão de amor da sua alma e quis entregar-se como Ele.

Constituo-o te depositária de minha fé na presença de Deus, do Deus que é todo amor e que habita em nossas almas. Quero comunicar-te meu segredo: esta intimidade com Ele, no santuário de meu coração, tem sido o sol resplandecente que iluminou minha vida, convertendo-a num Céu antecipado. É isto que hoje me sustenta no sofrimento. Minha fraqueza não infunde medo. Pelo contrário: minha confiança brota dela porque o Forte está em mim e a sua virtude é onipotente”.
4h40: Despertar

5h: Ofício Divino da Manhã

5h30 às 6h30: Oração silenciosa, pessoal

6h30: Ofício Divino, Hora Terça

7h00: Celebração da Eucaristia

Café / Trabalho (Formação para o Noviciado)

11h00: Ofício Divino, Hora Sexta / Exame de consciência

11h30: Refeição/ Louça / Recreio

13h00 às 14h00: Silêncio sagrado/Tempo livre

14h00: Leitura espiritual de formação

14h45: Ofício Divino, Hora Nona/ Trabalho

16h35: Ofício Divino, da Tarde

17h00 às 18h00: Oração silenciosa, pessoal

18h00: Refeição/ Louça / Recreio

19h35: Ofício Divino, Completas/ Silêncio sagrado

21h00: Ofício Divino, de Leituras/ Repouso
www.carmelodesantos.com.br
R. Dom Duarte Leopoldo e Silva, 50 - Santos/SP