• A Capela é aberta diariamente ao público para a Missa conventual às 7h00, de Segunda-feira a Domingo.

Atendimento na Portaria: 8h30 às 12h00 e 14h00 às 18h00.

• Para visitas e atendimento pessoal, agendar com antecedência.

• No Advento, Quaresma e no 1º Domingo de cada mês (retiro mensal) não recebemos visitas.





Santa Teresa de Jesus-Preparação para o V Centenario do seu Nascimento

Cipe

Archives Du Carmel De Lisieux

GOT – Grupo de Oração Teresiana

V Centenário Teresiano

Carmelitas - Portugal

Casa Natal de Santa Teresa de Jesús
Carmelitas Descalzos - Ávila
Nasceu em Fontiveros, em 1542. Fez-se Carmelita em Medina del Campo, no ano de1563. Instrumento providencial nas mãos de Teresa de Jesus ajudou-a na fundação dos frades contemplativos, em Duruelo, em 28 de novembro de 1568.
Estando doente em Úbeda, “foi cantar Matinas do Céu”, na noite de 13 de dezembro de 1591. É guia indiscutível nos caminhos do espírito. Célebres são suas obras: “Subida do Monte Carmelo”, “Noite Escura”, “Cântico Espiritual”, “Chama Viva de Amor”. Pio XI conferiu-lhe o título de doutor da Igreja universal em 24 de agosto de 1926.

Do Livro da Subida do Monte Carmelo de São João da Cruz (Livro 2, 22)

“O motivo principal por que na antiga Lei eram lícitas as perguntas feitas a Deus e convinha aos profetas e sacerdotes desejarem visões e revelações divinas, era não estar ainda bem fundada a fé nem estabelecida a Lei evangélica. Era ssim necessário que se interrogasse a Deus e Ele respondesse, ora por palavras, ora por visões e revelações, ora por meio de figuras e símbolos ou sinais de qualquer outra espécie. Porque todas as respostas e revelações divinas eram mistérios de nossa fé, que a visavam ou lhe eram relacionados.
Agora, já estando firmada a fé em Cristo e promulgada a Lei evangélica nesta era da graça, não há mais razão para perguntar daquele modo nem para Deus responder como antigamente. Ao dar-nos, como nos deu, o seu Filho, que é a sua única Palavra (e outra não há), disse-nos tudo de uma vez nessa Palavra e nada mais tem a dizer.
É este o sentido do texto em que São Paulo quer induzir os hebreus a se afastarem daqueles primitivos modos de tratar com Deus e a fixarem os olhos unicamente em Cristo, dizendo: “Tendo Deus, muitas vezes e de muitos modos, falado outrora a nossos pais por intermédio dos profetas, nestes últimos dias nos falou por meio de seu Filho”. Por estas palavras o Apóstolo dá a entender que Deus emudeceu, por assim dizer, e nada mais tem a falar, pois o que antes dizia em parte aos profetas agora nos revelou no todo, dando-nos o Tudo que é o seu Filho.
Se agora, portanto, alguém quisesse interrogar a Deus, ou pedir-lhe alguma visão ou revelação, faria injúria a Deus não pondo os olhos totalmente em Cristo, sem querer outra coisa ou novidade alguma. Deus poderia responder-lhe deste modo: “Este é o meu Filho amado, no qual pus todo o meu amor: escutai-o”. Já te disse todas as coisas em minha Palavra; põe os olhos unicamente nele; porque nele tenho dito e revelado tudo, e nele encontrarás ainda mais do que pedes e desejas.
Desde o dia em que, no Tabor, desci com meu Espírito sobre Ele, dizendo: “Este é meu filho amado, no qual pus todo o meu amor; escutai-O”, aboli todas as antigas maneiras de ensinamento e resposta. Se falava antes, era para prometer o Cristo; se me interrogavam, eram palavras relacionadas com o pedido e a esperança da vinda de Cristo, no qual haviam de encontrar todo o bem – como agora demonstra toda a doutrina dos evangelhos e dos apóstolos”.
4h40: Despertar

5h: Ofício Divino da Manhã

5h30 às 6h30: Oração silenciosa, pessoal

6h30: Ofício Divino, Hora Terça

7h00: Celebração da Eucaristia

Café / Trabalho (Formação para o Noviciado)

11h00: Ofício Divino, Hora Sexta / Exame de consciência

11h30: Refeição/ Louça / Recreio

13h00 às 14h00: Silêncio sagrado/Tempo livre

14h00: Leitura espiritual de formação

14h45: Ofício Divino, Hora Nona/ Trabalho

16h35: Ofício Divino, da Tarde

17h00 às 18h00: Oração silenciosa, pessoal

18h00: Refeição/ Louça / Recreio

19h35: Ofício Divino, Completas/ Silêncio sagrado

21h00: Ofício Divino, de Leituras/ Repouso
www.carmelodesantos.com.br
R. Dom Duarte Leopoldo e Silva, 50 - Santos/SP