• A Capela é aberta diariamente ao público para a Missa conventual às 7h00, de Segunda-feira a Domingo.

Atendimento na Portaria: 8h30 às 12h00 e 14h00 às 18h00.

• Para visitas e atendimento pessoal, agendar com antecedência.

• No Advento, Quaresma e no 1º Domingo de cada mês (retiro mensal) não recebemos visitas.





Santa Teresa de Jesus-Preparação para o V Centenario do seu Nascimento

Cipe

Archives Du Carmel De Lisieux

GOT – Grupo de Oração Teresiana

V Centenário Teresiano

Carmelitas - Portugal

Casa Natal de Santa Teresa de Jesús
Carmelitas Descalzos - Ávila
15 de outubro: Santa Teresa, tão divina quanto humana!

Tivemos a alegria de festejar nossa Santa Madre Teresa de Jesus com uma Novena preparatória que culminou com solene Celebração Eucarística presidida por Pe. Antonio Baldan Casal.

Nosso bispo impossibilitado de estar presente antecipou para o dia 13 celebrando em nossa Capela a santa Missa de Santa Teresa de Jesus, tal é o amor que lhe dedica.

Que nossa santa Madre Teresa de Jesus que se entregou totalmente ao serviço do amor nos ensine a caminhar com determinada determinação e fidelidade no caminho da oração interior, com a atenção posta no Senhor, Deus Trindade, sempre presente no mais íntimo de nosso ser.
Fortaleça em nós o fundamento da verdadeira humildade, de um renovado desprendimento e do amor fraterno incondicional. Ensine-nos a orar com as suas mesmas palavras de todo o coração:
“Vossa sou, Senhor, para vós nasci; que mandais fazer de mim?”

Fotos da Celebração:


15 de agosto de 2011: Inauguração do Ossuário



Onde são enterradas as monjas? É uma pergunta muito freqüente.
No cemitério do Paquetá encontra-se o túmulo das Monjas Carmelitas com a inscrição: “Carmelo de São José e da Virgem Mãe de Deus”. Desde a fundação do Carmelo em 1948 são 7 as Monjas falecidas.
Dia 15 deste mês de agosto inauguramos o Ossuário situado na clausura do Mosteiro. Frei Cleber da Santíssima Trindade, ocd presidiu a cerimônia.
“Os que deveras amarem a Deus e desprezarem as coisas desta vida, mais suavemente hão de morrer” (Vida de santa Teresa,38,5). Realmente, no Carmelo a morte é vista sob um prisma muito belo, um encontro com Deus e “é grande alegria pensar que seremos julgadas por quem amamos sobre todas as coisas”.
“Pouco antes de expirar uma Monja, estando eu ao lado dela, depois de ter ido ficar diante do Santíssimo Sacramento para suplicar ao Senhor que lhe desse uma boa morte, vi de súbito Sua Majestade à cabeceira da cama. Com os braços abertos, como se estivesse amparando, disse-me que tivesse a certeza de que Ele ampararia todas as Monjas que morressem nesses Mosteiros tal como então o fazia e que elas não tivessem medo de tentações na hora da morte. Fiquei muito consolada e em recolhimento”.(Santa Teresa,Fundações,16,4)
Possamos também nós, em nosso último suspiro exclamar como santa Teresa: “Senhor, já é tempo de nos vermos!”

Fotos da inauguração:



16 de julho

Precedida por uma Novena cujo lema foi: "Maria, a Nova Mulher, Modelo para todos", a festa de Nossa Mãe a Virgem do Monte Carmelo foi coroada com uma solene Celebração Eucarística seguida de Procissão luminosa pelas ruas do bairro.
Foi notável o fervor e a devoção do povo.
Que esta nossa Mãe seja sempre mais amada e venerada por todos!



Falecimento de nossa Ir. Maria Elizabeth da Trindade,ocd
05/04/1920 – 05/05/2011


Podemos resumir a vida de nossa saudosa Irmã Maria Elizabeth da Trindade,ocd neste estribilho que ao cantar revelava toda a sua alegria interior:
"Eu creio em Deus, que o meu caminho iluminou, que a minha vida transformou; feliz eu sou.
Eu creio em Deus, se posso crer, se posso amar, a minha vida tem valor; feliz eu sou".
Natural de São Paulo –Capital, Rachel Menten assim era seu nome civil, nasceu aos 05 de abril de 1920 e ingressou no Carmelo aos 20 de agosto de 1949.
Depois de uns anos passados na clausura do Mosteiro obteve licença para passar à categoria de Irmã Externa, pois devido a insuficiência visual não podia recitar na íntegra o Ofício Divino como as suas coirmãs. Foi marcante em sua vida o amor aos pobres e, como Irmã Externa teve muitas oportunidades de socorrê-los. As Crônicas do Carmelo também registram que, " a todos impressionou pela sua expressão de profunda alegria" quando em seu ingresso no Mosteiro o que conservou durante os 62 anos de Vida Consagrada. Foi uma pessoa feliz e realizada em sua vocação.
Faleceu às 17:40h do dia 05 de maio por deficiência respiratória, sepsis e pneumonia contando 91 anos de idade.
A santa Missa exequial será presidida por Pe. Antonio Baldan Casal, Vigário Geral da Diocese de Santos às 15:00h e às 16:30 seguirá o sepultamento no Cemitério do Paquetá.
Hoje esta nossa Irmã já experimenta o abraço amoroso do Pai que a acolheu na hora da dor e a carícia da mão paternal a enxugar as lágrimas de seus olhos. Ao fixar o olhar em Cristo Ressuscitado, gozando da liberdade gloriosa dos filhos de Deus, contemplará aquilo "que nem olho viu e nem ouvido ouviu, nem jamais penetrou no coração do homem o que Deus preparou para os que o amam".


16 de março

É sempre grande alegria para os irmãos se encontrarem; conosco não foi diferente...

Na tarde de 16 de março nossa Comunidade recebeu jubilosamente a visita fraterna do Definidor Geral da América Latina e do Caribe, Frei Marcos Juchem Júnior, ocd e do Provincial Frei Rubens Sevilha, ocd.

Em partilha pudemos tomar conhecimento da realidade dos Carmelos Descalços em nosso Brasil e de alguns no estrangeiro. Fortalecemos, assim, segundo os desejos de santa Teresa de Jesus, os laços fraternos que nos unem na mesma vocação a serviço da Igreja. É uma herança preciosa que nos deixou.


Na oitava da Páscoa, dia 25 do corrente mês manifestando comunitariamente a Consagração Religiosa no seguimento de Cristo, cada monja nas mãos da Madre Priora renovou de coração o compromisso de doar-se "totalmente e sem partilhas Àquele que é nosso Tudo".

Eis a fórmula: "Eu, Irmã ... renovo a minha profissão e prometo obediência, castidade e pobreza a Deus nosso Senhor, à Bem-aventurada Virgem Maria do Monte Carmelo, e a vós, Reverenda Madre Priora e às vossas sucessoras, segundo a Regra Primitiva e as nossas Constituições".

A primeira tarefa da vida consagrada é tornar visíveis as maravilhas que Deus realiza na frágil humanidade das pessoas chamadas. Mais do que com palavras, elas testemunham essas maravilhas com a linguagem eloqüente de uma existência transfigurada, capaz de suscitar a admiração do mundo. À admiração dos homens respondem com o anúncio dos prodígios da graça que o Senhor realiza naqueles que ama.

Deste modo, a vida consagrada torna-se um dos rastos concretos que a Trindade deixa na história, para que os homens possam sentir o encanto e a saudade da beleza divina.
4h40: Despertar

5h: Ofício Divino da Manhã

5h30 às 6h30: Oração silenciosa, pessoal

6h30: Ofício Divino, Hora Terça

7h00: Celebração da Eucaristia

Café / Trabalho (Formação para o Noviciado)

11h00: Ofício Divino, Hora Sexta / Exame de consciência

11h30: Refeição/ Louça / Recreio

13h00 às 14h00: Silêncio sagrado/Tempo livre

14h00: Leitura espiritual de formação

14h45: Ofício Divino, Hora Nona/ Trabalho

16h35: Ofício Divino, da Tarde

17h00 às 18h00: Oração silenciosa, pessoal

18h00: Refeição/ Louça / Recreio

19h35: Ofício Divino, Completas/ Silêncio sagrado

21h00: Ofício Divino, de Leituras/ Repouso
www.carmelodesantos.com.br
R. Dom Duarte Leopoldo e Silva, 50 - Santos/SP